Diagnosis of co-infection by Tritrichomonas foetus and Giardia intestinalis in feline with chronic diarrhea – case report

Diarreia em gatos podem ser resultado de uma variedade de agentes etiológicos, infecciosos ou não1. Dentre as causas infecciosas, estão os parasitos intestinais, com a Giardia intestinalis, uma importante espécie de protozoário relacionado a quadros de diarreia em felinos1,2,3. Outra espécie descoberta há pouco mais de 10 anos, Tritrichomonas foetus foi reconhecido como agente da diarreia em gatos, e desde então, é cada vez maior o número de casos na literatura e sua associação com diarreia2,3,4,5,6,7.

Tritrichomonas foetus é um pequeno protozoário móvel, que apresenta três flagelos anteriores e um posterior, além de uma membrana ondulante e de um estrutura chamada de axóstilo que dá sustentação ao corpo do parasito, podendo ser visualizado como trofozoíto móvel ou pseudocisto, forma arredondada com flagelos internalizados e de resistência temporária as condições ambientais5,8. A espécie é conhecida por causar doença reprodutiva em bovinos e ser um simbionte em suínos5,8. Em gatos, parasita preferencialmente intestino grosso, mas em infecções maciças, pode ser encontrado também no intestino delgado podendo ou não causar diarreia1,5. Possui ampla distribuição geográfica com relatos por toda Europa, Ásia, Austrália, América do Norte, e mais recentemente, América do Sul5. O primeiro relato no Brasil foi feito no ano de 20155,10. Os sinais clínicos da doença em gatos infectados incluem diarreia com muco, letargia, anorexia e perda de peso. Sinais adicionais podem incluir diarreia com sangue, tenesmo, flatulência e fezes mal-cheirosas1,2,5,7,11,12.  A transmissão é do tipo direta, através do contato do gato com fezes de animais parasitados, água ou alimento contaminado5,13.

Este relato descreve o diagnóstico de co-infecção por T. foetus e Giardia intestinalis. em gata doméstica com diarreia crônica, através do exame de fezes frescas, solução saturada de sacarose e confirmado através do diagnóstico molecular.

Abstract: A 2-year-old Devon rex cat, 1.4 kg, was treated at the Vet Clinic in Rio de Janeiro, with chronic diarrhea and progressive weight loss, with cachexia and abdominal pain. Collected blood sample, the results found in hematological examinations were consistent with inflammation / chronic intestinal infection. Ultrasonography showed severe gastrinteritis. In the fresh fecal examination, protozoa similar to Tritrichomonas fetus were observed, confirmed in the molecular diagnosis. The centrifugal-flotation technique was positive for Gardia intestinalis cysts, agreeing to the presence of Giardia spp antigen. The diagnosis of diarrhea in cats should include parasitism as a differential diagnosis; use of appropriate fecal examination techniques; concomitant infections in cats with diarrhea should have Tritrichomonas fetus among the possible etiologic agents to be discarded.

Key words: feline, weight loss, diarrhea, trichomoniasis, giardiasis.

Resumo: Uma gata, da raça Devon rex, 2 anos de idade, 1,4 Kg, foi atendida no CTI Vet, no Rio de Janeiro, com histórico de diarreia crônica e emagrecimento progressivo, com caquexia e dor abdominal. Coletadas amostra de sangue, os resultados encontrados nos exames hematológicos foram compatíveis com inflamação/infecção crônica intestinal. A ultrassonografia mostrou severa gastrinterite. No exame a fresco de fezes, foi observado protozoários semelhantes a Tritrichomonas foetus, confirmado no diagnóstico molecular. A técnica de centrifugo-flutuação foi positivo para cistos de Gardia intestinalis, concordando com a presença de antígeno de Giardia spp. O diagnóstico de diarreia em gatos deve incluir o parasitismo como diagnóstico diferencial; utilização das técnicas adequadas para o exame fecal; infecções concomitantes em gatos com diarreia devem ter Tritrichomonas foetus entre os possíveis agentes etiológicos a serem descartados.

Palavras-chave: felinos, emagrecimento, diarreia, tricomonose, giardíase.

O artigo esta disponível em Congresso ANCLIVEPA RIO Revista Clínica Veterinária

www.ctiveterinario.com.br

Paulo Daniel Sant’Anna Leal, BMV, Dr. CsVs, CNPq.br/Lattes
Coordenador Técnico do Centro de Terapia Intensiva e Emergência Veterinária
Médico-Veterinário, Mestre-MSc e Doutor-DScV, Membro da Academia de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro.  Pós Doutorando Curso de Pós-Graduação de Ciências Veterinárias.  Anexo 1, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). BR 465 km 7. Campus Seropédica, 23.890-000, RJ. E-mail: ctivet@ctiveterinario.com.br

Paulo LealDiagnosis of co-infection by Tritrichomonas foetus and Giardia intestinalis in feline with chronic diarrhea – case report

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *