Urolitíase ou cálculos das vias urinárias na rotina clínica de cães e gatos*

Cálculos ou urolitíase são formações de precipitados em forma sólida das vias urinárias, podendo assumir diversos tamanhos e formas. A maioria dos urólitos são encontrada na bexiga ou uretra, e seu aparecimento está relacionada a fatores dietéticos e não dietéticos (espécie, raça, idade, sexo, infecções do trato urinário, porte) ou a associação destes, proporcionando maior fator de risco para o aparecimento. O fator dietético está relacionado à composição da dieta, ingestão de água, uma vez que estas podem afetar a densidade específica volume e pH urinário. Os sinais clínicos mais observados são alterações no ato, coloração e frequência ao urinar. A urolitíase é diagnosticada baseando-se na anamnese, exame físico e exames complementares, principalmente os de imagem. O tratamento da afecção pode ser clínico, através da dissolução e/ou interrupção do crescimento subsequente de urólitos, ou cirúrgico, através da remoção dos mesmos. A remoção cirúrgica é indicada sempre que possível, após controle da infecção/inflamação. A urolitíase não é uma enfermidade isolada, com único agente etiológico, mas sim como consequência de uma ou múltiplas anormalidades, incluindo fatores raciais, congênitos, ou patofisiológicos adquiridos que, em combinação, incrementam o risco de precipitação dos metabólitos excretados pela urina, podendo ser encontrados em qualquer porção do trato urinário.

Nos exames de check up devem ser incluídos sempre os exames de imagem (radiografias e ultrassonografias) e conforme os fatores de risco e exame físico/clínico do paciente, assim como o histórico.

 

Palavra chave: cristais, urina, obstrução, infecção, oxalato de cálcio, fosfato amoníaco-magnesiano

Clínica Veterinária CTI Veterinário

Paulo Daniel Sant’Anna Leal, BMV, MSc, Dr. CsVs, CNPq.br/Lattes
Coordenador Técnico do Centro de Terapia Intensiva e Emergência Veterinária
Médico-Veterinário, Mestre-MSc e Doutor-DScV, Membro da Academia de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro.  Pós Doutorando Curso de Pós-Graduação de Ciências Veterinárias.  Anexo 1, Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). BR 465 km 7. Campus Seropédica, 23.890-000, RJ. E-mail: ctivet@ctiveterinario.com.br

Paulo LealUrolitíase ou cálculos das vias urinárias na rotina clínica de cães e gatos*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *